Pular para o conteúdo principal

Postagens

Quero!

Quero você.
Todo meu.
Teus beijos quentes.
Suas mãos atrevidas.
Seu corpo de desejo.
                                                 Quero você.
                                                 Seus abraços que me aconchegam.
                                                 Seu sorriso que me perco.
                                                 Seus medos que me encanto.
                                                 Todo meu.
Quero você.
Seu desejo latente.
Seu tremer no meu corpo.
Seu precisar de mim.
Do meu corpo.
No seu corpo.
                                                 Quero você.
                                                 Seu jeito de menino.
                                                 Sua pegada de homem.
                                                 Seu se perder desajeitado.
                                                 Por mim.
Quero você.
Romântico incurável.
Pervertido nato.
Inocente atrevido.
Meu.
Só meu.
                                                Quero você!





Postagens recentes

Tempestade...

Hoje visto a roupa do silêncio
A túnica negra de esperar por você
A mesma roupa que celebrou nosso encontro...
O último encontro.
Que hoje, fere meu peito de saudade
Preciso de novas respostas, novos caminhos
Preciso te encontrar de novo, te ver por alguns instantes
Preciso da tua música,do teu riso fácil e das brincadeiras de dizer verdades.
Ah...doce menino da voz rouca
Eu te chamo e te imploro
Eu te peço e te invoco
Me dê um sinal apenas..e eu traduzo se é sim ou não.
Ainda me pergunto nas tardes solitárias, se foi princípio ou fim.
Foi límpido demais, rápido demais e insano demais.
Queria poder olhar nos teus olhos e saber os porquês
Onde está tua coragem? Onde está a minha coragem?
Onde está a tua voz, a mesma voz que me fazia tremer de ansiedade e paixão?
Ah...preciso ainda do teu adeus, para que, pela última vez sintamos o orgasmo nos tomar...
Preciso te ouvir dizer se acabou ou se apenas me pusestes na redoma novamente.
Preciso da tua boca, dos teus olhos fechados, do teu sentir...
E mesmo que n…

Sentidos...

Te vi e já te quis. Te olhei e já te desejei. Teus olhos, verdes.
Esperança. Teu sorrir no olhar. Meu olhar a te olhar. Te vi e já te quis.
Teus olhos! Te cheirei e já te quis. Teu cheiro de homem decidido. Teu chegar e dizer o que quer. Teu cheiro de cigarro e cerveja. Teu cheiro de cio, quente. Desejo. Te cheirei e já te quis.
Teu cheiro! Te ouvi e já te quis. Tua voz forte, grave. Doce som a me cortar a pele. Tuas palavras roucas. O roçar da tua barba no meu corpo. Te ouvi e já te quis.
Tua voz! Me tocou e já te quis. Tuas mãos ágeis, firmes. Teu jeito de me tocar e me tirar o medo. Sem culpa eu te quis. Teu toque em mim. Gemidos sem fim. Me tocou e já te quis.
Tuas mãos! Senti teu gosto e já te quis. Sem me arrepender, fiz amor com você. Na noite que teve fim. Teu gosto derretendo nos meus lábios. Desejo fervente, sem fim. Senti teu gosto e já te quis.
Teu gozo!

Te vi, te cheirei, te ouvi, te toquei(me toquei) e te provei. Sem culpa, sem arrependimento. Uma noite, um desejo. Sexo sem compromisso. Sem nomes, sem amanhã. Sem…

Não sou poeta!

Não sou poeta. Não escrevo poesias. Não faço rimas. Não faço estrofes. Nem sei ao certo o que é um soneto. Não sou poeta, definitivamente!
Não sou poeta. Sou uma fingidora nata. Exalo a dor da minha alma. Transbordo o amor que não sinto. Não faço poemas. Faltam regras, pontos e mais... Regras.
Não sei ser poeta. Não vivo e convivo em rimas perfeitas. Não sintetizo meus sentimentos. Não prego o que os outros precisam ler. Falo de mim, por mim... Para mim.
Não sou poeta. Definitivamente não sou poeta. Amo a poesia, mesmo ela sendo uma puta safada. Que embala os casais de amantes. Amados esposos, doces mulheres sonhadoras. Poesia que trai, que escreve para outro. Que pensa em um. Que convive com outro. Que sente por todos.
Não sei fazer poesia. Sou muito fiel. Fiel a mim. Fiel ao que sinto. Refém do meu português ruim. Velha demais para aprender a nova escrita.
Não sou poeta. Não faço poesia. Tô aqui para agradar ninguém não. E que vá todo mundo pro inferno!
Sem rima mesmo!!!!

Me Ame...

Me ame agora! Sem demora,com pressa,urgência...
 Com amor. Me ame sem horários, sem relógios ou calendários. Me ame sem tempo, sem ponteiros, sem planos. Somente me ame. Me ame na chuva que cai. No vento gelado que corta a tarde sem vida. Me ame na minha alma cansada. Me ame nos meus devaneios ainda não feitos.
Me ame nas poesias que escrevo diariamente.
Me ame. Me ame no inverno que congela nossos sonhos e esperanças. Me ame no sol forte que faz nossa pele avermelhar e fritar. Me ame no cheiro das flores. No perfume que a natureza nos impregna e nos traz vida. Me ame na primavera, seja minha cor favorita, meu cheiro predileto, minha alegria. Me ame no cinza das tardes, com folhas pisoteadas, barulho de vida em meio ao caos. Me ame no outono, crie vida, traga vida, seja meu motivo de não ser... Solidão. Me ame de manhã, de tarde e de noite. Seja meu riso mais verdadeiro.
Enxugue minhas lágrimas...
Lamentos. Conte histórias sem fim.
Desenhe nas nuvens.
Escreva na palma da minha mão.
Leia um livro comigo.
Me most…

Estar com Você...

Eu quero estar com você!
Nos momentos bons e principalmente, nos momentos ruins!
Se você estiver feliz, quero sorrir contigo.
Se você estiver triste, quero te dar meu ombro amigo.
Se você quiser somente falar, eu vou estar ali pra te ouvir.
Se você preferir se calar, eu me silencio contigo.

Eu quero estar com você!
Não somente por estar, mas para estar ali.
Ser a pessoa que você procura quando acorda.
Ser a pessoa que você quer estar durante as tardes tediosas.
Ser a pessoa pra quem você quer contar uma piada.
Ou simplesmente, contar algo tolo que aconteceu.

Eu quero estar com você!
Segurar tua mão bem forte, quando a dor chegar avassaladora.
Beijar teu rosto suavemente, dizendo que tudo vai ficar bem.
Abraçar você tão forte, que o mundo vai se tornar pequeno.
Ser tua metade...não a que te completa, porque você é inteiro.
Mas ser a pessoa que você sente falta e sente...somente sente.

Eu quero estar com você!
Nas manhãs de sol quentinho.
Nas tardes de sem nada para fazer.
Nas noites de frio do Alasca.
Quero…

Boca...

Me entrego na tua boca. Doce sabor que derrete nos meus lábios sedentos. Emaranhado de línguas afoitas. Corpos colados, sem amanhã.
Me entrego no teu beijo. Cálida viagem do meu sonho no teu. União de almas seladas com os lábios. Corpos queimando, sem depois.
Me entrego na tua saliva. Paladar que deixa escorrer pelos cantos. Caminhos tortuosos na imensidão de dois céus sem estrelas. Corpos que se perdem,se pedem, quando se encontram.
Me entrego nos teus dentes. Brancos, certinhos e adocicados. Me lambuzo, derrete em mim, nos amamos. Corpos que se encaixam imperfeitos.
Me entrego ao desejo que teus lábios me levam. Mordo, absorvo, sinto. Sentimos. Sem palavras, sem sussurros. Corpos que se entendem.
Nos entregamos ao agora. Não há pensamentos, problemas ou travas. Estamos libertos. Um no outro. Dois em um só.
Me entrego inteira a você!!!!