Postagens

E a Menina...Chorou!!!

Imagem
E a menina chorou. Chorou pela dor do amor perdido. Chorou pelo amor encontrado. Chorou de dor. Sozinha e desamparada. Perdida e calada. Ninguém sofreria mais do que ela. Ninguém mais iria sentir da forma como ela sentia. Ali sozinha na calçada... Ela desabou em pedaços de amor. Deixou que toda a dor caísse na enxurrada. Já não tinha forças para nada.
E a menina chorou. Chorou copiosamente por ter acreditado. No amor. Chorou amargamente por ter amado. Por amor. Chorou de dor. E solidão. Se soltou em lágrimas de sangue. Sozinha e entorpecida. Gritou em silêncio por alguém que não a ouvia. Chorou.
E a menina chorou. Chorou por ele ter ido embora. Chorou pelo sentimento que ela havia dedicado... Em vão. Chorou pelas mentiras que ela havia perdoado. Pela ausência dele que havia reclamado. Pela indiferença que ele sempre lhe oferecera. Chorou.
E a menina chorou. Chorou por seu destino cruel. Pelas escolhas que a colocaram de lado. Pelas perdas constantes. Chorou o amargo na boca. O sal escorrendo pelos olhos. A navalha cortan…

A Dor da Saudade...

Imagem
Nesse dia de névoa branquinha, de frio congelante,
Permiti que meu pensamento voasse até você.
Abri aquela gaveta da alma, onde guardo meus melhores sentimentos.
Lembranças.
E deixei que a saudade de você,tomasse conta de tudo à minha volta.
Em mim só há:
Saudade de você.
Saudade do que fui para você, do que fomos um para o outro.
Revivi cada segundo ao teu lado nessa noite interminável.
Onde o frio maior estava na minha alma negra, dolorida.
A nossa música tocou o tempo inteiro.
Com a guitarra chorona, a voz rouca...
E a melodia que sempre me fez viajar.
Até você.
Como um final sem sequência.
Sem atores principais, sem cenários sofisticados.
Apenas dois insanos vivendo o que achavam que era para ser vivido.
Fechando os olhos ao olhar para a gaveta aberta...
Pude sentir teu perfume.
Ouvir a voz que nunca ouvi.
E fiquei ali, só olhando você sorrir...
Como se alguém me abrisse a alma e teu riso gostoso estivesse guardado lá dentro. 
Ah garoto cruel.
Como dói sentir saudades de ti.
Como dói abrir os olhos nesse…

Amarras...

Imagem
Me liberta deste pesadelo.
Desamarra minhas correntes e me livra de você.
Não segure minha mão e nem aprisione meus sonhos.
Me dê linha e me permita voar livremente.
Não quero mais abrir mão dos meus ideais.
Nem quero deixar de ser eu mesma para viver a sua vida.
Se um dia achei que fôssemos dois corações batendo em um corpo apenas, vejo que tudo não passou de ilusão.
Sempre fomos ímpares, solitários navegantes insólitos no mar da vida que não para.
Quero ser livre.
Teus gritos não me sufocam mais e nem posso ouvir tuas mentiras tolas.
Já não preciso mais fingir que acredito nas milhares de mentiras que você me contou durante toda a vida.
Anos...muitos anos.
Descobri o erro, curei minha alma, sarei teu nome dentro de mim.
Fechei as portas ao amor.
Tranquei o amor por ti em uma redoma inquebrável.
Engoli o choro.
Sequei as lágrimas.
Nem a cicatriz ficou visível, você deixou de existir.
Hoje sou eu, apenas eu.
E minhas saudades.
Muitas lembranças.
Teu nome.
Tua imagem.
Teu riso.
Teus medos.
Minha dor.
E mesmo qu…

Di Paullo & Paulino Part. Esp. Marília Mendonça - Estrelinha - "DVD Nós ...

Imagem

Assista, é só um filme!!(Ou será apenas um conto?)

Imagem
Ela sabia que o encontraria ali.
Sempre que ele deixava o trabalho, ia pro cinema mais próximo.
Pegava uma pipoca grande e se sentava bem na fileira do meio...
Era ali...que ele se deixava relaxar, envolvido pelo filme no telão.
Um ritual...assim, ele descrevia esse momento.
Mas mal sabia ele..que naquele dia tudo mudaria.
Como sempre...ele estava lá.
Praticamente o mesmo lugar, o mesmo pacote enorme de pipocas, o refri pousado na cadeira ao lado.
Ela observava silenciosa.
Quando todas as luzes foram apagadas...ela se sentou despercebida na fileira de trás dele.
Usava seu vestido mais curto...e tirara os saltos altos.
Esperou calmamente que o filme começasse.
Nem sabia qual era e nem se importava com isso.
Ele estava atento a cada detalhe, a cada cena..a legenda que corria solta pela tela enorme.
Ela era paciente...
Sabia esperar...mas não escondia o nervosismo.
Os lábios doloridos pelas mordidas que ela mesma se aplicava, eram a prova disso.
As mãos geladas...
Todas as cadeiras estavam praticamente oc…

Na Chuva...

Imagem
Me sinto só.
Sozinha dentro de um nó apertado, que dói.
Acelero a vida, antecipo a morte,
E me pego tentando entender minha sorte.
Me sinto pedaço pequena
Diante da distância que me separa de mim
Eu, tão minha, tão crua, tão dor...
Procuro o silêncio
Estou no silêncio
Já sou silêncio nesse dia de chuva fina que cai entre as casas fechadas,as pessoas tristes e seus problemas intermináveis.
Gritam a guerra, fazem a guerra entre si mesmas.
Não se dando conta, de que eu já estou em guerra comigo mesma há tempos, há dias, há segundos...
Me calo olhando a chuva fina, me vejo olhando o céu cinzento e deixo que hoje, somente hoje, essa chuva lave minha alma inteira.
Na minha metade que é ilusão,existe um chamado claro do tentar novamente, do sentir outra vez...
Na minha metade cansaço, existe um nó apertado, que sangra, machuca e me grita algo que não tenho direito de sentir.
Então, por medo, comodismo ou inquietação
Hoje, não me permito ser dois.
Continuo só,sou só.
Sinto sua falta.
Alma ímpar dentro de tantas…

Uma Última Vez...

Imagem
Fala comigo? Me chama pra sentarmos na praça e falarmos de nós. Me fala de você. Do que tem feito nesse tempo todo sem mim.  Conta o que fez, como está. Fala de nada, sendo tudo. Fala de tudo, senda nada. Fala comigo? Pergunta de mim, como estou. Como tenho vivido minha vida sem você. Queira saber de mim, como eu preciso saber de você. Vamos rir de nós, das bobeiras que sempre dizíamos um ao outro? Sei lá... Só fala comigo por 5 minutos. Que não tenhamos certeza de nada, mas que possamos apenas... Conversar. Deixa eu te ouvir dizer do trabalho chato,dos amigos sem noção. Dos cursos que anda fazendo. Da academia que não tenho ido com tanta frequência. Me conta dos seus amores, das paqueras bobas na fila do ônibus ou no refeitório da firma. Me fala o que tem sonhado, dos seus planos, da sua realidade. Me diz tudo, não me esconda nada. Que eu prometo te falar de mim. Do trabalho cansativo, dos livros que tenho lido e das coisas que tenho aprendido.
Dos filmes que nunca termino.
Das músicas que ando ouvindo...te …