Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

Convite(2)

Se eu te chamar...
Você vem?

Citação...

"Foder a mente de uma mulher... é um vício de refinados conhecedores.
Todos os outros se contentarão somente... Com o corpo!!!"
(Bukowski)

Simplicidade...

Tão Simples.
Tão puro.
Tão...
Poesia!!!

Sim...Eu Sei!

E o Para Sempre? Sempre acaba...

Poeminha...

Apaguei todos os números. Destruí todas as lembranças. Deletei todas as fotos. Sofri, chorei... Sozinha. Mas os dias continuam. O aniversário passou. Eu sobrevivi. Que seja fingimento. Que seja mentira. Sozinha estou. Sozinha continuarei.
Não me iludo mais, não espero mais. Ontem eu esperei... Hoje, não mais!

Só o que penso...

Do que adianta transar com um monte de mulher e na hora de dormir tá sozinho?
Do que adianta pegar várias e colocar em cima da moto ou dentro do carro se na hora que a moto ou o carro quebrar, não vai ter nenhuma para andar a pé com você?
Do que adianta ter fama de pegador mas não ter nenhuma mulher fiel?
Só acho que homem de verdade não precisa de várias mulheres e sim de uma que o complete de verdade.
Como dizia Chorão:  "Ei mano, dá valor a tua namorada, sabe por que? Porque pra abrir as pernas pra você, tem várias. Agora pra lutar e sofrer com você, só tem uma! E que te ama com todos os seus defeitos,é o que eu acho..."
Sexo não segura homem, se não as putas estariam todas comprometidas. O que segura o homem é como ele é tratado.
Todo homem precisa de uma mulher. Principalmente nas horas difíceis!
Porque como num jogo de xadrez, a Rainha sempre protege o Rei...

Aviso: Achei este texto na net, não é de minha autoria...e o autor se intitula "Na Rage".

O Dia da Minha Morte....

Talvez hoje seja um bom dia para morrer. Simples como a luz do sol que irradia tudo hoje, morrer. Fechar os olhos e esquecer tudo.
É...está realmente um dia perfeito para pôr fim em tudo. Sabe...o último suspiro, o último pensamento. Nenhum adeus.
Só ir embora. Deixar para trás tudo que causa medo, dor, tristeza e solidão.
Saltar de um penhasco bem alto...e de olhos fechados, não se importar com o que vai achar pela frente.
Talvez ainda tivesse algo a fazer da minha vida. Quem saberá? Talvez eu tenha deixado algumas roupas para passar na velha e empoeirada cadeira do quarto. Alguns copos sujos de chá dentro da pia na cozinha. Uma ou outra receita que faria para amanhã, jogada na gaveta entupida de coisas que não usava há tempos. Sei que deixei a toalha de banho azul pendurada lá embaixo. E um chinelo para ser lavado perto do tanque. Umas roupas sujas no "latão" do banheiro.
Muitas contas a serem pagas na prancheta pendurada na cozinha.
A academia a ser feita, ideal.
É...deixei muitos textos p…

Solidão...

Me Abraça?

"E quando eu estiver triste...
Simplesmente,

Me Abrace..."
(Por trás)

Então...Adeus!

Mais Uma Promessa..em vão!

E mais uma vez, como de costume, eu desisti de ti. Como a semana passada, o mês passado, ontem. Eu desisti. Desisti de esperar que algo acontecesse. Desisti de acreditar nas mentiras. No sono, nas desculpas esfarrapadas. Desisti, simplesmente, desisti. Eu confesso que tentei acreditar. Tentei me calar na espera sem fim. Nas noites de solidão, esperando por você.
Tentei seguir quando pedi um abraço...
E ganhei indiferença.
Tentei conter meu coração,
quando precisei de ti...e me negaste(mais uma vez).
Um palavrão, um assunto mais importante.
Um sumiço, um vazio. Sei que já desisti antes, inúmeras vezes. Mas talvez essa seja a última. A última vez que engoli o choro no sofá da sala. Me negando não chorar mais. Aquela promessa no fundo do peito, que eu sempre descumpria. Eu amaldiçoava o meu amor, eu brigava com o universo. Mas você chegava e tudo se perdia. Eu guardava no sótão do meu coração morto, toda a revolta, toda a dor... E fingia. Fingia mais uma vez que estava tudo bem, que tudo iria ficar bem. Que você …

Ser Quem Somos...

Desejos...Lambidas, Sem fim!

Me provoca assim. Teu gosto...te lambo. Me convida assim. Te provo...te engulo. Me sente assim. Meu gosto...tua boca. Me chupa...me suga. Meus seios. Teus lábios.
Te seguro assim. Em mim...pra mim. Te masturbo...te provoco. Mexo...remexo. Te quero, dentro de mim! Me ensina assim. Me bolina...me seduz. Me invade...me devore. Teus dedos, meu mel. Escorre. Termina assim. Dentro de mim. Me come com força. Meta rápido e ligeiro. Soca com vontade.
Termina sem fim.
Dentro de mim!!!





Roberta Campos e Nando Reis - De Janeiro a Janeiro

....

Um Nada...

Vem Andar Comigo - Jota Quest {com legenda}

skank - sutilmente legendado

Peso Demais...

Sou feita de carne... E sonhos desfeitos. Carrego dentro de mim todos os planos que nunca foram adiante. Todas as ilusões que desenhei, tracei, escrevi. Tenho dentro da minha alma cansada, todos as esperanças de felicidade. Carrego um coração que já não bate há tempos. Pequeno, frágil...que cabe na palma da mão. Já não sei mais se é negro, azul ou vermelho. Se bombeia, bambeia...ou bate. Não sei o sinto há tanto tempo que já não me questiono mais. Carrego dentro de mim todas as lembranças que várias vidas me trouxeram. Desilusões, amores, paixões... Solidão. As incontáveis dúvidas, perguntas que nunca serão respondidas. O amor que nunca será concretizado. Não carrego dentro de mim a certeza do amor, no amor. Nem as borboletas no estômago e muito menos os beijos em noites frias ou os abraços em dias tortuosos. Não carrego em mim o sentimento de ter sido amada. De ter sido desejada ou querida. Em mim, só trago as dores, despedidas, adeus. Medos tão doloridos que deixariam o maior dos medos,pequeno. Lágrimas…

Alma...

Alma cansada. Devastada pela dor, incansável ser que desabita de mim e ainda vai persistente buscar novos rumos, nova esperança. Alma desnuda. Que se despiu de sonhos. fantasias, ilusões. Alma rasgada pela solidão. Parceira única dos anseios que já não mais habitam em mim. Alma vazia de tudo. Alma repleta de nada. Loucura que toma o ser antes alegria. Antes acreditar. Confusão inconstante de sentimentos que já não são mais sentidos. Doce ir de encontro ao nada. Alma incapaz de se entender, de se compreender, de ser. Alma. Simplesmente uma alma, perdida em tantas outras almas perdidas. Alma confusa, alma vagabunda. Sem porto, sem rumo, sem vida. Alma menina, alma infantil. Que por sonhar demais, morreu demais. Alma mulher, alma altiva. Que por viver intensamente o amor que acreditava se desencontrou de si mesma. Alma exausta. Que já não vê mais os rostos vazios ou as pessoas inexistentes. Alma. Repleta de palavras que precisam ser colocadas para fora. Palavras sem alma, sem coração. Alma. Que hoje é alma, sem s…

Assim...espero!

Pedacinhos...

Fragmentos...

Sedenta...

Sede....

Só o Começo....

Quando ele chegou naquela noite, ela sabia que seria diferente. O olhar safado dele, lhe dizia a que tinha vindo. E ela sorriu. O calor do corpo dele junto ao seu, sensações que ela não sabia descrever. Quando ele a envolveu no seu corpo, chegou a suspirar de desejo. E nos beijos que vieram, ela se entregaria a ele como ele nunca havia feito. O beijou com sofreguidão. As línguas dançavam num balé descompassado.

As mãos grandes dele percorriam seu corpo com força e ela sabia que a pele estava ficando vermelha. Os toques dele a incendiavam e ela o beijava ainda com mais intensidade. Percorreu com a ponta da língua seus dentes perfeitos e o céu da boca que ela amava. Deixou que suas mãos ficassem livres e passeassem pelo corpo dele. Ponta dos dedos, rotas incertas. A medida que tentava sair do corpo dele, com pedidos e súplicas  negativas, ela o olhava. O brilho intenso nos olhos e as mãos, que desabotoavam cada pedacinho da camisa. A jogou pelo chão...e beijou-lhe o peito nu. Uma lambida...e um gemido…

Por Você...

E...
Quando eu te busco dentro de mim...
É você...
Que escorre entre meus dedos!!!

Esperança...

Aerosmith Armageddon I dont want to miss a thing

Busco...Você!!!!

Minhas mãos.
Meu corpo...
Passeio.
Me mordo.
Te chamo.
Enfio.
Busco...
Me provo.
Vai e vem sem fim.
Você dentro de mim.
Meus dedos lambuzados.
Gemidos.
Teu nome.
Meu gozo.
Pra você!!!

Convite...

Te peço assim. Te provo assim. Te bebo assim...
Hoje?

The Calling - Wherever You Will Go

Via Quarto de Poesias...

Sem explicação...

Que sentimento é esse que me toma de mim? Você chega e tudo se perde, eu me perco. Em você. Um simples abraço e tudo se acende. Um simples toque. E tudo treme. Uma palavra apenas... E meu corpo incendeia.
Que sentimento é esse que me tira o juízo? Você some e me mata de saudade. Se passam cinco, dez minutos sem você... É tempo demais. Solidão dolorida. Falta sentida. Segundos de desespero se imagino... Você longe de mim.
Que sentimento é esse que me resgatou do vazio? Você apareceu numa noite de verão. Trazendo o sorriso tímido...perdido. E eu me encantei. Me deixei levar por tua inocência, doçura. Cuidados que nunca tive. Fogo que não se apaga. Sentimento que me invadiu...me tomou, me roubou.
Que sentimento é esse que é só teu? Pensamentos, sentidos. Tremores, tesão, paz. Me perdi. Em você.