Pular para o conteúdo principal

Aconchego...

Que eu consiga ser para você porto seguro,quando se sentir perdido e sem direção.
Que eu saiba exatamente o que te dizer, quando de mim, precisar de palavras.
Que eu saiba ser sua amiga, confidente, amante, amor...
Que eu seja a melhor parte da tua vida, como você é da minha.
Que ao amanhecer, seja meu corpo que você procure e seja meu amor, que encontre.
E que as mãos que buscas, sejam sempre as minhas.
Que ao anoitecer, eu seja sempre o descanso pra tua alma.
E que meu abraço,seja sempre o teu remédio.
Que você gargalhe quando eu contar piadas que nunca me lembrarei do final.
Ou que fique derretido quando souber que o que escrevi, era(é) para você.
Que sempre tenha orgulho de mim, como eu tenho de você.
Que seja sempre eu, a maluca que te ligue no meio do dia e te faça suspirar e sorrir apaixonado.
Que seja comigo que você deseje partilhar tudo que aconteceu no trabalho, no caminho,em você.
Que seja em mim que você sacie todos os seus desejos e em mim, que encontre tudo que nunca procurou.
Que eu saiba decifrar o teu sorriso tímido...ou que simplesmente aperte tua mão quando teu olhar ficar distante e opaco.
Que sejamos um..sempre um!
Quero guardar em mim, cada detalhe teu...
Teus lábios, teus olhos tristes, teu cabelo baixinho...
A brancura da tua pele, teu jeito de anjo.
Teu querer de bandido, teu amor que me é ofertado.
Que eu seja sempre a tua mulher.
E que fique contigo segundos, dias, semanas, meses...vidas.
Mesmo que sem fazer nada....só pra estar ali, ao teu lado.
Quero ser a mulher que te afaga os cabelos, que fecha os olhos ao esperar o teu beijo..e que fique totalmente entregue aos teus braços,abraços.
Que eu seja teu pensamento constante, teu querer sem medidas, tua certeza do ser amado.

Que eu seja...sempre tua, inteiramente tua...

Como você é todo e inteiro meu.

Só me diz que sim...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Já é hora de descansar...

Não havia música de fundo. Só o silêncio imperava nela, por ela. A dor havia ido embora. Sem medos, sem esperança. Sem futuro. No alto da vida, via o mundo. Mundo que só ela via. Cruel, cru, mentira. Absurdamente, solitária. Vazia. Não havia mais dor. Já não era mais indesejada. Mal amada. Já não seria mais preciso desejar seu fim. Havia nascido. Haveria de morrer. Solitária alma no alto do prédio. Prédio sem vida, dentro do peito. Renegada alma. Sem existir. Olhos fechados que já não mais viam. Pedidos nunca atendidos. Socorro! Socorro!
Não peço mais! Ninguém a ouvia. Já não pulsava mais a vida nas veias. Não havia mais sangue na morte que a rondava. Sozinha. Vazia. Não sentia. Não esperava. Não chamava. Não sonhava. Não havia mais música de fundo. Nenhum pássaro cantava lá longe. Nenhuma criança brincava no parque. Ninguém mais se abraçava. Nenhum toque mais...
Aconteceria!

Na vida que se esvaia. No grito que não saía. Na dança que não mais... Aconteceria.
Ela havia vencido. Doce, saborosa, tenra. Adocicado sentir na ponta da l…

Com Você...

Com você é mais que carinho. Mais que desejo. Mais que sonhar.
Com você é mais que pele. Mais que tesão. Mais que viver.
Com você é mais sentir. Mais que querer. Mais que te ter.
Com você é mais que te admirar. Mais que rir dos teus erros. Mais que sorrir pra você.
Com você é mais que fogo. Mais que paixão. Mais que me esquecer do mundo.
Com você é mais que o tempo. Mais que a vida. Maior que a morte.
Com você é surpresa diária. É sorrir sem motivos.
É medo constante.
Teus erros.
Dor!

Com você é assim: É viver sem expectativas. É querer sem medidas. Desejar sem hora marcada. Aceitar que é humano. Perdoar tuas falhas. Dominar meus medos. Abraçar teu mundo.
Com você é sentimento constante. Amor que aumenta a cada dia. É minha vontade de você o tempo todo. É chamar teu nome e te sentir aqui. Viajar nos teus olhos. Adormecer nos teus braços. Aninhar no teu peito depois do amor.
Só com você é amor. Só com você é tudo junto e misturado. Saudade, raiva, alegria,vontade. Amor, ódio,paciência e fé. Meu sonho real. Meu viver.

Meu amor!!!

Vazios...

Adeus. Te procurei pela casa inteira. Em cada móvel empoeirado. Em cada canto esquecido. Em cada quina descascada. Te procurei. Pedaço a pedaço. Passo a passo. Teu cheiro espalhado. Guarda-roupas vazio. Gavetas bagunçadas. Na peça de roupa esquecida no fundo do armário. Fragmento do teu existir. Absorvi. Inebriei. Desabei. Meus dedos gelados tateando a imensidão do vazio que restou. O eco da tua voz. O som da tua gargalhada muda se espalhando pelo ar. O silêncio gritando em cada cômodo. O som dos teus passos. Teus tênis sujos. Teu chinelo esquecido debaixo da cama. Olhos vagos te procurando. Certeza dolorida. Vazio. A música tocando sem acorde nenhum. Tua escova de dentes jogada no chão do banheiro. Pedacinhos de nós espalhados na imensidão do passado. Teus óculos jogados na estante repleta de porta-retratos. Nossa vida dispersa no vento. Tempo... Nossa história de final marcado. O fim na taça de vinho quebrada em cima da mesa. Resquícios de mais uma tentativa em vão. Meus joelhos dobrados. Meus pedidos. Minha súplica. Ol…