Pular para o conteúdo principal

Vazio Amor...

Tento remover em vão o amor que sinto no meu peito.
Amor vivo, morto, amor.
Difícil escrever quando há tanto sentimento.
Isento, escasso, transborda.
Pequenos estilhaços de amor que cortam os sonhos.
Pesadelos constantes ...
De amor.

Quisera eu falar de amor.
Do amor não correspondido, do amor vivido.
Certeiro amor que desencadeia a falsa poeta.
Pensamentos turvos, bagunçados.
Visto-me de amor, insensato amor.
Maldito amor.

Rasga a noite e seus silêncios.
Rompe o dia e seus temores.
Brilha o amor, esconde o amor.
Entre guitarras e violões.
Entre letras e o silêncio.
Entre as mãos pedindo socorro e os braços cruzados.
Torpe amor.
Abençoado amor.

Ódio insano que abandona o corpo vil.
Retalhos de sentimentos remendados...
Emendados, colados, tortos.
Arranca do peito incoerente.
Doce amor, sangrando amor.
Rubro amor.
Odiado amor.

E que ao findar esse amor, não reste nada.
Que o amor seja consumido pelo amor.
Que não aconteceu, que não viveu.
Que me matou.
Sepulta no teu peito, o meu amor.
Massacra na minha alma, o seu amor.
Sepulcro vazio.

Amor, inerte amor.
Amor, vazio amor.
Amor...

Amor....

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Já é hora de descansar...

Não havia música de fundo. Só o silêncio imperava nela, por ela. A dor havia ido embora. Sem medos, sem esperança. Sem futuro. No alto da vida, via o mundo. Mundo que só ela via. Cruel, cru, mentira. Absurdamente, solitária. Vazia. Não havia mais dor. Já não era mais indesejada. Mal amada. Já não seria mais preciso desejar seu fim. Havia nascido. Haveria de morrer. Solitária alma no alto do prédio. Prédio sem vida, dentro do peito. Renegada alma. Sem existir. Olhos fechados que já não mais viam. Pedidos nunca atendidos. Socorro! Socorro!
Não peço mais! Ninguém a ouvia. Já não pulsava mais a vida nas veias. Não havia mais sangue na morte que a rondava. Sozinha. Vazia. Não sentia. Não esperava. Não chamava. Não sonhava. Não havia mais música de fundo. Nenhum pássaro cantava lá longe. Nenhuma criança brincava no parque. Ninguém mais se abraçava. Nenhum toque mais...
Aconteceria!

Na vida que se esvaia. No grito que não saía. Na dança que não mais... Aconteceria.
Ela havia vencido. Doce, saborosa, tenra. Adocicado sentir na ponta da l…

Só Em Você...

Encontrei em você o amor que nunca procurei. O amor de um segundo só, de um minuto apenas, de horas não contadas, de dias vividos, de anos...apaixonados. Um amor atemporal, incondicional. Encontrei em você o maior amor que não imaginei sentir. Um amor pra vida toda, além dessa vida que nos encontramos. Destinos já traçados, vidas enlaçadas. Almas divididas. Um amor! Encontrei nos teus olhos a esperança de um mundo melhor. Na tua tristeza, o cuidado que sempre vou lhe ter. Encontrei nos teus medos, todos os meus sonhos não vividos... Ainda! Encontrei nos teus braços, refúgio para minha ex solidão. Encontrei no teu abraço, remédio para minha sensatez. Encontrei em você, o amor. Sem definição, sem explicação. Sem dor. Encontrei nos seus lábios, um mundo inteiro de felicidade. De borboletas em festa no meu estômago. Sentimentos desconhecidos. Suspiros nunca dados.
Necessidade, desejo... Encontrei na tua inocência a minha busca por maturidade. No teu rosto de garoto, cura para minhas rugas.
Cansaço. Encontrei no t…

Me Ame...

Me ame agora! Sem demora,com pressa,urgência...
 Com amor. Me ame sem horários, sem relógios ou calendários. Me ame sem tempo, sem ponteiros, sem planos. Somente me ame. Me ame na chuva que cai. No vento gelado que corta a tarde sem vida. Me ame na minha alma cansada. Me ame nos meus devaneios ainda não feitos.
Me ame nas poesias que escrevo diariamente.
Me ame. Me ame no inverno que congela nossos sonhos e esperanças. Me ame no sol forte que faz nossa pele avermelhar e fritar. Me ame no cheiro das flores. No perfume que a natureza nos impregna e nos traz vida. Me ame na primavera, seja minha cor favorita, meu cheiro predileto, minha alegria. Me ame no cinza das tardes, com folhas pisoteadas, barulho de vida em meio ao caos. Me ame no outono, crie vida, traga vida, seja meu motivo de não ser... Solidão. Me ame de manhã, de tarde e de noite. Seja meu riso mais verdadeiro.
Enxugue minhas lágrimas...
Lamentos. Conte histórias sem fim.
Desenhe nas nuvens.
Escreva na palma da minha mão.
Leia um livro comigo.
Me most…